A tal da felicidade virtual

Antes mesmo do amanhecer, quando o sol ainda nem apareceu no horizonte Nicole já se conectava ao seu celular, ritual diário. E isso significava a todas as redes sociais possíveis. Vício atual. O bebê parou de resmungar para encher o pulmãozinho e lamentar num choro alto para se fazer lembrado. Já era mulher madura, mas […]

Leia mais A tal da felicidade virtual

Fragmentos de um Réveillon

E quando o fim de ano chega, me parece tudo tão nostálgico. Talvez o clima natalino estampado em cada esquina me faça lembrar que nunca tive infância. A única boneca de pano eu dividia com a irmã mais nova e entre brincar de esconde-esconde, me escondia do pai, se é que pode chamar assim, alguém […]

Leia mais Fragmentos de um Réveillon

Entre a luz e a escuridão

Eu não tinha dúvidas quando depositei minhas mãos nas suas. Mas elas apareceram quando seu jeito de me dizer com os olhos pareciam um Adeus. Recoloquei  minhas mãos em seu peito. Precisava sentir um coração, que não o meu. Porque ele pulsava muito mais quando eu te olhava. Eu tentei lhe prender pelo ventre e […]

Leia mais Entre a luz e a escuridão