Entre amores

Dias de dissabores, eu me protegia entre os lençóis tão sozinha dos meus amores. Nem ele, nem outros, nem tantos poderiam saber o que eu trazia no peito e gritava entre aquelas paredes. Eu tinha tantos e ao mesmo tempo, nenhum. Por que na hora mais escura, no dia mais calmo, nenhum calor humano me […]

Leia mais Entre amores

SOB a máscara do EGOCENTRISMO

“ENTRE O PRINCÍPIO DO PRAZER E DA REALIDADE” Jamais conheci uma mulher como Arícia, preparada para o acaso, sabia como e quando provocar. Aquela beleza atrevida, de traços marcantes, os olhos acompanhavam o tamanho da boca, grandes e pecaminosos. De inteligência arrogante e ainda assim conseguia ter bondade mesmo quando era traiçoeira. Casou-se apaixonada.  Um […]

Leia mais SOB a máscara do EGOCENTRISMO

Retoque final

Ele tinha uma elegância invejável. Paladar sofisticado. Perfeccionista insuportável. E a exigência irritante. Já tinha passado por 2 cirurgias no nariz, uma abdominoplastia e perdia a maior parte do seu tempo exercitando os músculos e consumindo vitaminas e suplementos. A inteligência superava o fato de ser egocêntrico. O tornava até simpático e irresistível. E a procura […]

Leia mais Retoque final

Quarto 1011

Morava no apartamento 1011 em Trancoso. Enquanto trabalhei no Club Med, no SPA fazendo massagem. O quarto ficava no final de um corredor escuro, atravessá-lo era tão perturbador quanto a sensação que alguém tinha sido estuprada naquele quarto. Cada vez que eu passava, sons desconhecidos, esquisitos ou excessivos atravessavam as portas. Contribuindo com o ambiente, como […]

Leia mais Quarto 1011

Permita-me morrer

Meus seios avisaram. Na doença do sexo, acabei-me. Emagreci com manchas pelo corpo e a pneumonia insistente parou com meu vício. Não imaginei, que o meu único prazer levaria minha vida. E agora, grito por dentro, porque forças me faltam. Não há ninguém para escutar. Abandonada na cama, palco de orgias. Se tudo pode chocar. […]

Leia mais Permita-me morrer